Perpetuniana é uma viagem mágica e enigmática que nos desafia a viver o desconhecido para nos descobrirmos a nós próprios. Mais do que um livro que toca o coração, este é um livro que toca a alma. – Helena Amaral, Produtora, escritora e actriz

É uma história apaixonante, generosa e rica, que trata o leitor como um amigo de longa data. – Renato Rocha, Guionista

Todos nascemos com o propósito de renascer. Várias vezes. As vezes que forem necessárias até sermos felizes.

 

Quantas vidas são necessárias para encontrarmos o melhor de nós no mundo?
As coincidências, as memórias, os cheiros e os olhares são provas de que esta não é a primeira vez que escrevemos a nossa história.
Nesta viagem para a qual ela não estava preparada, as dúvidas surgem a cada segundo que passa, a luta contra o tempo torna-se uma constante, e as pessoas com quem se cruza vão fazer parte das melhores e piores recordações.
Ela conhece o mundo em vidas diferentes e através de encontros e desencontros, numa tentativa de fugir aos erros cometidos e compreender as respostas, descobre que as leis absolutas da Perpetuniana são impossíveis de desafiar e terão de ser cumpridas.